Conheça o curso de Cirurgião Pélvico Pleno do Instituto Crispi

A imagem mostra as mãos enluvadas de um cirurgião

Cada vez mais, as técnicas cirúrgicas vêm sendo aprimoradas para garantir maior segurança no pós-operatório do paciente. Hoje, já é possível passar por uma cirurgia e ter alta no mesmo dia, com cicatrizes mínimas e menor tempo de recuperação. Uma das maiores revoluções nas técnicas cirúrgicas foi o uso de técnicas minimamente invasivas, pois com elas o paciente pode realizar cirurgias de forma muito mais rápida e segura.

Um dos campos mais beneficiados com o uso de técnicas invasivas é o de cirurgias ginecológicas, com o uso de técnicas de cirurgias laparoscópicas, o que promove maior segurança, maior precisão e menores desconfortos pós-operatórios para a paciente. Para o sucesso de uma cirurgia minimamente invasiva não é necessário apenas ter equipamentos modernos, sendo imprescindível que o cirurgião tenha experiência e cursos de especialização e aprimoramento na área.

A laparoscopia, citada anteriormente, juntamente com a cirurgia vaginal, compõem a modalidade de cirurgias pélvicas. Na laparoscopia, que é a cirurgia mais usada no campo ginecológico, o abdômen da paciente é inflado com o uso de gás carbônico, para que sejam realizadas entre três e quatro pequenas incisões (que não ultrapassam dois centímetros de extensão). Em uma dessas incisões é inserida uma microcâmera para que o cirurgião consiga visualizar os órgãos da região com um aumento e em alta definição. Nas outras incisões são inseridos os equipamentos próprios para essa técnica cirúrgica, como pinças especialmente projetadas para aquele tamanho de incisão. Após a cirurgia, a gravação fica salva em um pendrive, para que a equipe possa discutir o caso e situações similares.

Como citamos anteriormente, tudo isso exige muita técnica dos profissionais envolvidos, em especial o cirurgião. Não basta apenas que o cirurgião tenha experiência em cirurgias pélvicas anteriores, pois é muito importante que ele tenha experiência com o manuseio desses materiais especialmente adaptados para a técnica minimamente invasiva, além da precisão que devem ter para a realização do procedimento cirúrgico.

Pensando nisso, o Instituto Crispi, um dos maiores especialistas em cirurgias ginecológicas minimamente invasivas, desenvolveu um curso para especializar os cirurgiões que desejam aderir a essa técnica tão benéfica para paciente e para a equipe: o curso de Cirurgião Pélvico Pleno.

Para quem o curso de Cirurgião Pélvico Pleno se destina?

O curso de Cirurgião Pélvico Pleno é destinado para profissionais ginecologistas que possuam experiência em cirurgias pélvicas e que já tenham realizado anteriormente cirurgias laparoscópicas. Esse requisito é o principal, pois esse curso é para aprimorar os profissionais que já atuam na área, contando com as principais atualizações, tudo para que estejam preparados para os mais diversos casos que possam surgir. Portanto, para se inscrever nesse curso é necessário que o profissional atenda ao menos um dos requisitos abaixo:

  • Atue na área ginecológica, realizando cirurgias laparoscópicas (com experiência comprovada de pelo menos dois anos);
  • Possua certificado na área de Cirurgia Laparoscópica por uma sociedade médica reconhecida;
  • Tenha participado de ao menos 20 cirurgias laparoscópicas, sendo necessário comprovar essas participações.

Onde as aulas do curso serão ministradas?

Para aqueles matriculados no curso, as aulas serão ministradas na cidade de Juiz de Fora, na Escola de Cirurgias Minimamente Invasivas do Instituto Crispi. O Instituto Crispi possui parceria com a Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde – Suprema, o que permite que tenha toda a estrutura de docentes capacitados da área, além da experiência de décadas na área de cirurgias minimamente invasivas, garantindo um ensino teórico e prático de muita qualidade.

Por que devo fazer esse curso?

Há muitos motivos para realizar esse curso de especialização na área de cirurgia pélvica. Os principais motivos que podemos mencionar são:

  • Um curso de atualização com carga horária de 960 horas, distribuídas entre aulas teóricas e práticas, o que proporciona um maior aprendizado para o aluno;
  • O curso é voltado para profissionais com prévia experiência na área, o que proporciona um ambiente de vasta experiência, com a possibilidade de discussão de casos clínicos de diversas modalidades e uma troca de experiências muito enriquecedora para o desenvolvimento profissional;
  • O curso foi desenvolvido por profissionais com vasta experiência na área de cirurgias pélvicas minimamente invasivas, desenvolvido em conjunto com uma grande instituição de ensino universitário, juntando experiência na área clínica e na área da docência;
  • Após a realização da parte teórica do curso, o aluno testa os conhecimentos adquiridos em Simuladores, Centro Cirúrgico, VivoLab e no CadaverLab do Complexo de Treinamento, tudo com o acompanhamento de profissionais experientes, garantindo não só conhecimento teórico, mas também experiência prática;
  • O aluno passa por simulações de casos cirúrgicos com complicações, para que possa estar preparado para essas situações na prática clínica;
  • O aluno irá participar de uma equipe multidisciplinar, para discutir condutas em diferentes casos clínicos de acordo com as especificidades e complicações.

Como se inscrever no curso para Cirurgião Pélvico Pleno

Se você cumpre os requisitos para se matricular no curso e deseja ter mais experiência nas técnicas cirúrgicas aprendendo com profissionais com décadas de experiência na área, matricule-se hoje mesmo no curso para Cirurgião Pélvico Pleno.

Ao se matricular no curso do Instituto Crispi o aluno conta com um corpo docente com vasta experiência em cirurgias na área minimamente invasiva, além de um curso com estrutura curricular toda planejada para o máximo de aprendizagem do aluno.

Após a inscrição do aluno no curso, é realizado um pequeno processo seletivo, pois as vagas são limitadas para melhor aprendizado. O processo seletivo consiste em análise do currículo, realização de duas provas (uma teórica e uma prática) de conhecimentos de cirurgia laparoscópica, e os alunos aprovados na prova passam por uma entrevista admissional, a fase final do processo seletivo.

O investimento total do curso é de R$1.100,00 (referente à taxa de matrícula) e mais 24 parcelas de R$12.000,00 (que podem ser pagas mensalmente). Clique aqui e faça a sua inscrição para o curso de Cirurgião Pélvico Pleno. Em caso de dúvidas, entre em contato com o Instituto Crispi pelo número 0800 020 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Conheça outros artigos publicados pela equipe do Instituto Crispi.

Nosso blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *