Endometriose na cicatriz da cesárea

A cesárea (também conhecida como cesariana), é a intervenção cirúrgica utilizada em casos onde o parto normal oferece algum risco para a mulher ou para o bebê. Nesse procedimento é realizado um corte na região abdominal da mulher, para que o médico chegue até o útero e possa retirar o feto. A cesárea hoje é um parto muito seguro, com baixos riscos, mas que costuma deixar uma cicatriz na região abdominal onde ocorre a incisão, o que pode gerar algumas complicações quando a mulher não segue o pós-operatório corretamente ou quando surge uma doença, como por example, a endometriose.

A endometriose é uma doença ginecológica. Muitas mulheres sofrem com essa doença, mas poucos conhecem sobre suas diversas variações. No  texto de hoje vamos trazer mais sobre a endometriose na cicatriz da cesárea.

O que é a endometriose na cicatriz da cesárea

A endometriose é o crescimento de tecido uterino em locais fora da cavidade uterina, como, por exemplo, o crescimento desse tecido no intestino. A endometriose que afeta a parede abdominal ocorre frequentemente após a cesárea, pois nesse procedimento pode haver inoculação das células do endométrio. Por isso, a realização de cesárea é um fator de risco para o desenvolvimento de endometriose na cicatriz cirúrgica.

Assim como os outros tipos de endometriose, a endometriose na cicatriz da cesárea deve ser cuidadosamente (e precocemente) diagnosticada e tratada, evitando complicações e mais dores para a paciente.

Diferente da endometriose no ovário (conhecida como endometrioma), que ocorre quando o tecido uterino cresce também nos ovários, a endometriose na cicatriz da cesárea não é associada com a infertilidade ou dificuldade para engravidar, porém alguns sintomas podem ser parecidos, assim como seus tratamentos.

Sintomas

Os principais sintomas que acometem as mulheres que sofrem de endometriose na cicatriz da cesárea são:

  •  Presença de nódulos em alguma parte da cicatriz, nódulos palpáveis ou visíveis;
  • Dor na região da cicatriz, principalmente durante o período menstrual da mulher;
  • Incômodo na região da cicatriz, principalmente no período menstrual e para urinar.

Em alguns casos, onde a mulher não nota a presença do nódulo ou não relata a dor para seu ginecologista, o diagnóstico pode ser um pouco mais complicado, e o quadro da doença pode se agravar mais, por isso reforçamos a importância das consultas regulares com profissionais especializados na área.

Tratamento

Após o diagnóstico do médico, realizado através da investigação da história clínica da paciente, exame físico e ultrassonografia da parede abdominal, a mulher inicia o tratamento da endometriose na cicatriz da cesárea. A endometriose na cicatriz da cesárea requer uma intervenção cirúrgica para que seja removida completamente.

Mesmo após a cirurgia, é importante que a mulher continue investigando sinais e sintomas da reaparição da endometriose na cicatriz cirúrgica, principalmente as mulheres que foram submetidas à cesárea.

Endometriose no ovário

Quando falamos de algum tipo de endometriose, é importante reforçar sobre a endometriose no ovário. Como mencionamos anteriormente, embora a endometriose na cicatriz cirúrgica não cause danos à fertilidade da mulher, a endometriose do ovário é uma doença que afeta (e muito) as chances da mulher engravidar.  Diversas mulheres têm esse crescimento anormal de tecido uterino também nos ovários, mas ignoram os principais sintomas, que são: dificuldade para engravidar, dores fortes no período menstrual e a presença de sangue nas fezes.

Embora a endometriose na cicatriz cirúrgica não traga tantas consequências para a saúde da mulher quanto a endometriose no ovário, ambos os tipos da doença precisam de cuidado e acompanhamento com profissionais especializados na área. É muito importante que a mulher (em idade reprodutiva ou após a menopausa) procure um ginecologista regularmente, realize os exames ginecológicos de rotina  e se atente aos sinais que o corpo dá.

No Instituto Crispi, os profissionais são especialistas em doenças de cunho ginecológico, além de terem experiência em doenças como a endometriose, realizando até o tratamento cirúrgico dessa doença. Ao se consultar com os profissionais do instituto Crispi, a paciente tem a segurança de poder contar com o auxílio desses profissionais desde o diagnóstico da doença até o período de recuperação após o tratamento. Agende hoje mesmo a sua consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Conheça outros artigos publicados pela equipe do Instituto Crispi.

Nosso blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *