Como funciona a endoscopia ginecológica

A endoscopia é um tipo de exame que permite a visualização interna dos órgãos utilizando uma câmera. O termo endoscopia é popularmente usado para se referir a endoscopia digestiva alta, que permite a visualização interna dos órgãos da parte superior do trato gastrointestinal (como estômago, esôfago e duodeno), e por esse motivo muita gente acha que existe apenas esse tipo de endoscopia.

No entanto, existem variações desse tipo de exame, como é o caso da endoscopia ginecológica, que permite a visualização do interior do abdome e dos órgãos genitais, utilizando um endoscópio, e que auxilia no diagnóstico de doenças ginecológicas e também na realização de cirurgias minimamente invasivas. Quando aplicada na área ginecológica, a endoscopia pode ser usada para o tratamento de doenças uterinas, como o câncer do colo do útero.

Para quais doenças esse procedimento é indicado?

A endoscopia ginecológica pode ter duas aplicações: no diagnóstico ou no tratamento da doença. Além disso, por se tratar de uma técnica com diversas vantagens para a paciente, ela possui várias aplicações, e dentre as principais temos:

  • Investigação de esterilidade que não possui uma causa aparente

Em muitos casos, não é possível identificar com outros exames quais alterações estão causando a esterilidade. A endoscopia ginecológica pode ser indicada para a investigação de possíveis causas relacionadas aos órgãos pélvicos, como por exemplo na identificação de uma endometriose que pode estar resultando nessa infertilidade.

  • Diagnóstico da endometriose

A endometriose pode ser diagnosticada na endoscopia ginecológica durante a investigação de causas da esterilidade, pois a endometriose é uma das maiores causas de infertilidade feminina.

  • Tratamento de miomas 

A endoscopia ginecológica pode ser usada para a retirada de miomas uterinos, que são responsáveis por alterar a cavidade endometrial. Com essa técnica para retirada, não há alteração da anatomia uterina, e as cicatrizes são pequenas, o que não prejudica o desenvolvimento de uma gravidez futura.

Principais benefícios da Endoscopia ginecológica

A endoscopia ginecológica é uma técnica escolhida por muitos profissionais, pois proporciona diversos benefícios para a paciente, dentre eles os principais são:

  • Maior precisão no diagnóstico: 

Uma das vantagens da endoscopia ginecológica é a maior precisão para o diagnóstico, sendo possível visualizar o órgão e todas as disfunções anatômicas, uma vez que o método utiliza micro câmeras de alta resolução. No entanto, para que esse diagnóstico se torne mais preciso também é necessária uma maior experiência e especialização do médico.

  • Tamanho da incisão é menor

O tamanho da incisão é pequeno quando comparado com outros procedimentos de tratamento, e por isso as cicatrizes deixadas após a endoscopia ginecológica são menores e menos perceptíveis, o que melhora o aspecto estético do local da cirurgia.

  • Procedimento minimamente invasivo

Por ser um procedimento minimamente invasivo, além de oferecer menos riscos para a paciente, causa menores danos uterinos, favorecendo as mulheres que estão em idade fértil e precisam realizar o procedimento.

  • Pode ser realizado em qualquer faixa etária

Esse procedimento pode ser utilizado com pacientes de todas as faixas etárias, desde as crianças até mesmo com as idosas.

  • Recuperação mais rápida e mais segura após o procedimento

Nesse tipo de técnica não é realizada incisão na parede abdominal e nem na parede uterina, o que permite também que a mulher tenha uma recuperação mais rápida, além de evitar o risco de infecções no processo de recuperação após a cirurgia. No entanto, para a garantia da utilização dessa técnica de forma adequada, é necessário contar com profissionais com experiência e especialização na área.

Saiba mais sobre o curso de Endoscopia Ginecológica do nosso Instituto

Além de ser referência na área das cirurgias minimamente invasivas, o Instituto Crispi também é referência na área da educação para profissionais da saúde. Um dos cursos de pós-graduação oferecidos pelo Instituto é o Curso de Endoscopia Ginecológica, que aborda conteúdos importantes da área visando capacitar o ginecologista ou obstetra em laparoscopia e histeroscopia.

Como mencionamos no decorrer do texto, a endoscopia ginecológica é um procedimento muito vantajoso para a paciente, desde que seja realizado por um profissional devidamente capacitado, e esse é um dos principais objetivos do curso. Outros objetivos desse curso são:

  • Promover a capacitação técnico-científica do profissional, promovendo o domínio da técnica em laparoscopia e histeroscopia (duas técnicas que comumente precisam ser combinadas no dia a dia clínico);
  • Aporte científico e técnico para atender às atuais demandas dos pacientes, passando maior confiabilidade para o paciente;
  • Aulas teóricas e práticas que fornecem todo o aporte teórico necessário para  que o aluno possa obter o título de especialista em Endoscopia Ginecológica, oferecido pela  Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia/Associação Médica Brasileira (FEBRASGO/ AMB).

Um profissional especializado não passa mais confiança apenas para o paciente, mas também para a equipe inteira no momento do procedimento. Profissionais da saúde precisam se manter constantemente atualizados das novas tendências e técnicas de sua área, para garantir sempre o melhor atendimento e cuidado do paciente.

Pensando nessa necessidade de atualização constante, e também na dificuldade de encaixar cursos de pós-graduação na rotina profissional, os cursos de atualização, aperfeiçoamento e especialização do Instituto Crispi são de curta duração, mas com muito conteúdo trabalhado dentro e fora de aula. Além disso, os cursos contam com a participação de profissionais especialistas na área, com anos de experiência, dispostos a auxiliar os alunos, desde os que estão iniciando a sua carreira profissional, até os que já estão na área há alguns anos mas que buscam por mais conhecimento.

Para conhecer mais sobre o curso de Endoscopia Ginecológica, clique aqui e faça a sua matrícula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Conheça outros artigos publicados pela equipe do Instituto Crispi.

Nosso blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *