Videolaparoscopia: A técnica que revolucionou os paradigmas da medicina ocidental.

laparoscopiainstitutocrispi

A laparoscopia é uma via cirúrgica de abordagem de distúrbios na cavidade abdominal e pélvica. Ela permite tratar a maioria das doenças que são realizadas pela laparotomia (cirurgia aberta), como endometriose, cirurgias no útero, nas trompas, nos ovários, no apêndice, nas vias urinárias, na vesícula e no intestino.
É realizada com pequenas incisões (geralmente até 01cm) na pele do abdômen e do umbigo, onde serão introduzidos os instrumentais, o meio de distensão e a câmera.
A técnica utiliza uma câmera especial, iluminação específica, óptica, trocarte, pinças e o meio de distensão da cavidade abdominal que é feita com gás carbônico. Este meio de distensão é retirado após o procedimento e qualquer resíduo é absorvido pelo organismo.

As características do organismo da paciente também irão influenciar na técnica a ser escolhida, mas atualmente, com a modernização dos instrumentos e aparelhos utilizados na laparoscopia, são poucas as contraindicações.
Esta via cirúrgica é considerada minimamente invasiva por aumentar o poder da visão das estruturas e menor dano ao tecido. Estas vantagens que a técnica proporciona aumentam a segurança do procedimento, diminuem o risco de intercorrências inerentes à cirurgia e diminuem o tempo de recuperação e retorno à rotina. Além destas vantagens, ainda proporcionam melhor resultado estético para a paciente.

Título: Entenda qual a importância das Cirurgias Minimamente Invasivas.

A cirurgia minimamente invasiva é aquela via cirúrgica que se propõe a utilizar pequenos cortes no ato cirúrgico. Além disso, também procura invadir de forma mínima tanto o acesso cirúrgico quanto o órgão abordado.
Este tipo de cirurgia torna o processo menos traumático, diminui o sangramento per operatório, diminui o risco de complicação, diminui o tempo de internação hospitalar e acelera o tempo de retorno da paciente às suas atividades habituais, de forma muito confortável.

laparoscopia
As vias cirúrgicas que fazem parte das cirurgias minimamente invasivas são as cirurgias vaginais, a laparoscopia e a histeroscopia. Cada uma delas com suas vantagens e indicações específicas para cada doença ginecológica específica.
Nas últimas décadas, grandes avanços tecnológicos tornaram a técnica cada vez mais acessível e aplicável para melhorar a abordagem cirúrgica das pacientes, permitindo o máximo de eficácia.
Portanto, hoje, podemos disponibilizar a melhor via cirúrgica as nossas pacientes através destas técnicas de cirurgias minimamente invasivas.

Título: Ensino da Videolaparoscopia no Instituto Crispi
Em 1995, o Dr. Cláudio Crispi diante dessa técnica tão promissora e entendendo a necessidade de capacitação para realizá-la, decidiu criar sua própria Escola de Cirurgias Minimamente Invasivas. O cenário pouco favorável e a descrença por parte da maioria dos especialistas da época não foram limitantes para o sucesso do projeto, consolidado até os dias de hoje.

Legenda para a foto: Acompanhar de perto a evolução da tecnologia laparoscópica, proporcionando resultados superiores à cirurgia convencional, fez nascer a ideia de capacitar profissionais aptos a atender seus pacientes com segurança e precisão.

Legenda: Formação de especialistas em laparoscopia.

Hoje, com mais de 1000 alunos formados, os cursos do Instituto Crispi incluem os mais completos recursos para treinamento, que vão desde práticas em simuladores até cirurgias supervisionadas por experts.

cirurgialaparoscopica

Outras Postagens

Nam dictum pretium nunc, nec suscipit urna lacinia in. Fusce ac congue nibh. Duis ac odio ante. Cras enim ac lacus tincidunt accumsan. Nam placerat urna ut euismod viverra.

Nosso blog